Brasileiros estão enviando 3 vezes mais dinheiro para os EUA e solicitações de visto disparam

0
11

Por: Bernardo Zeymer Soares – O montante de dinheiro enviado por brasileiros para os Estados Unidos mais que triplicou no primeiro semestre de 2017 em relação ao ano anterior. Os dados divulgados pelo Banco Central mostram que um número cada vez maior de brasileiros está apostando no mercado de investimento americano. Entre as justificativas para a alta desses investimentos estão: taxa de juros menor e a procura dos brasileiros por novos ativos para gerar lucros.

De acordo com a brasileira e advogada de imigração, Renata Castro, que atua na Flórida – estado americano com uma das maiores comunidades brasileiras nos EUA, a situação política e econômica, associado ao clima de insatisfação com o país tem aumentado não apenas o envio de valores do Brasil para os EUA, mas também o número de solicitações para o visto EB5 – conhecido como visto de investidores.

“Nosso escritório detectou um aumento de 40% nas solicitações deste tipo de visto feito por brasileiros. Acredito que as promessas do Presidente Trump em aumentar os custos para obtenção deste visto já agora em setembro, pode ser uma das razões para a alta. Diversos brasileiros tem visto no EB5, além do retorno financeiro é claro, uma chance de melhores condições de vida para si e para seus familiares”, afirma a advogada de imigração.

O programa de vistos EB-5 permite que os empresários estrangeiros que fizerem um investimento em uma empresa dos EUA obtenham seus green cards para tornarem residentes permanentes legais nos Estados Unidos. Os portadores do visto EB-5 podem permanentemente viver e trabalhar nos Estados Unidos com o cônjuge e filhos solteiros menores de 21 anos.

O programa de vistos EB-5, que é também designado como imigração baseada em emprego: Programa de investidor imigrante de Quinta Preferência. É operado pelo Serviço de Cidadania e Imigração dos Estados Unidos (USCIS). O programa foi criado pelo Congresso dos Estados Unidos em 1990 para facilitar o aumento do investimento na economia dos EUA. Várias reformas foram feitas no programa ao longo dos anos para aumentar a demanda por vistos EB-5. Tais reformas incluem a criação dos Centros Regionais de EB-5, através de um programa piloto.

Para atender os requerimentos do visto EB-5, os investidores estrangeiros devem fazer um investimento de capital em uma entidade empresarial com fins lucrativos dos EUA. O montante de investimento necessário depende da localização e tipo de negócio que receberá o investimento. Em geral, o investimento de capital deve ser de US$1 milhão de dólares cotados ao preço do mercado atual dos EUA. Os investimentos realizados em locais economicamente deprimidos chamado Área de Emprego Alvo (TEA), ou em áreas rurais podem se beneficiar de um investimento mínimo de US$500.000 (quinhentos mil dólares). Investimentos do EB-5 tem que criar 10 vagas de trabalho em tempo integral nos EUA por pelo menos 2 anos.

“É um tipo de visto mais seguro e necessita de um acompanhamento profissional para evitar erros, muitas vezes considerados irreversíveis no processo. Existem muitas informações flutuantes na internet e opiniões que podem, inclusive, prejudicar o solicitante. A melhor estratégia é sempre contar com apoio especializado e profissional”, pondera Renata Castro.

compartilhe:
  • Twitter
  • Facebook

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA