BH só instalou 7% dos painéis do Sistema Inteligente de Transporte Coletivo

0
397

A instalação do Sistema Inteligente de Transporte Coletivo (Sitbus) – que prevê a colocação de painéis eletrônicos mostrando aos usuários quanto tempo falta para o ônibus chegar ao ponto – deveria ter sido concluída em 2011, mas apenas 81 dos 1.200 equipamentos previstos para a capital foram instalados pela Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) – 6,7% do total.

Ainda assim, não é difícil encontrar quem reclame das diferenças entre o tempo previsto pelo aparelho e o que algumas linhas do transporte coletivo realmente gastam para chegar. A reportagem de  aguardou a chegada de alguns veículos nos pontos na última sexta-feira e constatou o atraso de diversas linhas.

Demanda. Enquanto alguns reclamam, outros querem contar com o serviço. A musicista Sarah Chaves Santana, 24, pega diariamente o 9805 na avenida Afonso Pena, em frente ao Parque Municipal. Na tarde da última sexta-feira, ela aguardou o ônibus por quase duas horas. “Ele não aparece no painel. Mas, se aparecesse, ia ser bom, porque eu poderia fazer outras coisas se visse que faltava muito”, disse.

Entenda. Os aparelhos funcionam por meio de rastreamento por GPS, responsável por captar as informações exibidas nas telas.

Move

Instalação
Dos 1.200 painéis previstos para Belo Horizonte, 600 deverão ser instalados nas estações do Move (BRT) até junho de 2014. Até 2015, serão implantados mais 300 painéis.

Saiba mais

Sitbus
Segundo a BHTrans, todas as 298 linhas do sistema de transporte coletivo convencional de Belo Horizonte e seus 3.054 ônibus já possuem GPS, GPRS, Wi-Fi, computador de bordo, validador e câmera de circuito fechado de televisão.

Equipamentos
A empresa ainda informou que 103 veículos já possuem painel de motorista, 77 têm painel de passageiro e 75 contam com sistema de áudio.

Falhas
A BHTrans afirmou que todas as linhas de ônibus da capital estão disponíveis nos painéis, e que ausências podem ser motivadas por falhas técnicas. Não há previsão de integrar o sistema ao transporte metropolitano.

Fonte: O Tempo

compartilhe:
  • Twitter
  • Facebook

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA