Ônibus do Move enfrentam congestionamento ao entrar em pistas mistas

0
193

 

No primeiro dia útil de viagem do Move, usuários enfrentaram um longo congestionamento na avenida Cristiano Machado, em Belo Horizonte, na manhã desta segunda-feira (10). Quando circulam nas pistas exclusivas, os ônibus têm trânsito livre, mas, quando essa preferência acaba e os veículos entram na pista comum, dividindo espaço com carros, outros ônibus e motos, a situação complica. A previsão é que 30 mil pessoas utilizem o serviço nesta segunda.

Na estação São Gabriel, alguns passageiros ainda encontram dificuldades e têm dúvidas com relação aos preços de passagens e locais de embarque. Monitores da BHTrans estão nas estações para ajudar os usuários. Na estação Central, o fluxo de passageiros é menor durante a manhã.

Outro usuário que foi atingido com a presença do ônibus articulado nas ruas da capital é aquele que utiliza a linha convencional e precisou ficar muito tempo esperando nos pontos de embarque.

A cuidadora de idosos Maria Lúcia de Carvalho, de 54 anos, que mora na região Norte da capital, usa diariamente a linha convencional 62 – Venda Nova / Savassi – para voltar para casa. Nesta segunda, ela relatou ter ficado 45 minutos no ponto. “Sempre pego este ônibus, mas nunca demorou assim”, declara.

Quando o primeiro coletivo parou para embarque, outros três veículos da mesma linha pararam em seguida. Os motoristas alegaram que ficaram muito tempo parados no congestionamento da avenida Cristiano Machado.

Primeiro dia

O primeiro dia de teste de operação do Move aconteceu no último sábado (8). Na ocasião, foram detectados problemas como catracas com defeito, demora e ineficiência nas bilheterias e monitores de informação desligados.

Nesse domingo (9), apenas a linha 83P circulou. Nenhum dos monitores de TV dos ônibus ou das estações, que deveriam informar detalhes do transporte para os passageiros, funcionou.

Fonte: O Tempo

compartilhe:
  • Twitter
  • Facebook

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA