De Belo Horizonte para o mundo

0
296
Belo Horizonte – MG – O conselho para a Cultura, Ciência e Educação (Unesco) da Organização das Nações Unidas (ONU) composto por membros de 21 países, anunciou em Istambul, na Turquia, o reconhecimento do Conjunto Moderno da Pampulha como Patrimônio Cultural da Humanidade.
O Conjunto Moderno da Pampulha é composto pela Igreja São Francisco de Assis, o Museu de Arte da Pampulha, a Casa do Baile e o Iate Tênis Clube, construídos entre os anos de 1941 e 1943, as praças Dino Barbieri e Alberto Dalva Simão, além do espelho d´água e a orla da Lagoa.
Para comemorar este grande título que não só a Pampulha ganhou; mas Minas Gerais e o Brasil também, principalmente no quesito turismo, a conhecida empresária, ex-secretária de Turismo e ex-deputada Estadual e Federal, Maria Elvira Salles Ferreira reuniu autoridades, jornalistas e amigos em sua residência na orla da Pampulha para uma deliciosa feijoada que foi preparada exclusivamente para a ocasião por seu filho, o Chef Ignácio Gabriel Prata e sua esposa Isla Prata.
Entre os presentes, o prefeito de Belo Horizonte Márcio Lacerda, o presidente da Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte e da Belotur, o homenageado Leônidas José de Oliveira, o secretário Marcelo Abi-Saber, o secretário da casa civil, Vitor Valverde, a secretária Beatriz Góes, o secretário de Assuntos Urbanos Pier Semesi, o secretário de Obras, Josué Valadão, o secretário Régis Souto da Comunicação, o candidato a prefeito Paulo Brant, Iris Chaves, a artista plástica Yara Tupynambá, Alice Tamborindeguy com o cardiologista Francisco Barreiras (hóspedes da anfitriã), Deise Barbosa e José Aparecido Ribeiro, os jornalistas João Euclides Prata Salgado, Eujácio Santos, Suely e Antônio Claret Guerra e Jader  Kalid; Cacilda Bonfante, Esther Negrão de Lima, Olga Coelho o cantor Yuri de Bologna, Itália e muita gente mais.
Segundo o arquiteto Marcelo Palhares Santiago, “a partir de agora, a Unesco fará uma verificação periódica para avaliar se o Conjunto da Pampulha está sendo corretamente preservado e esta é uma garantia de que a prefeitura, em todas as gestões futuras, terá obrigação de investir na preservação do patrimônio e manter a lagoa limpa. A cidade será beneficiada pela atração de turistas e pelo compromisso assumido pela prefeitura de que este patrimônio terá atenção constante e será preservado”, avalia.
A importância histórica das edificações, além do estado de conservação e planos de manutenção foram pontos importantes para a validação deste título para o Conjunto Moderno da Pampulha, que cumpria todos estes requisitos.
“A Unesco levou em conta a grande relevância histórica do conjunto moderno projetado por Oscar Niemeyer. Mesmo após 70 anos de sua concepção, as linhas modernas do conjunto da Pampulha continuam atuais e seguem como referência de ousadia”, avalia Marcelo Palhares.
Nas fotos de João Salgado, algumas das presenças.

Márcio Lacerda, Yara Tupinambá e Íris Chaves Maria Elvira Salles Ferreira e Ignácio Gabriel Prata 
Ignácio Gabriel Prata e Isla Márcio Lacerda, Yara Tupinambá e João Euclides Prata Salgado
Michelle Ziade e Kátia Bao Pedro Paulo Cava, Michelle Ziade, Leônidas Oliveira e Kátia Bao
compartilhe:
  • Twitter
  • Facebook

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA